O melhor confeiteiro do mundo é pernambucano

Com mais de 40 anos de experiência profissional em grandes empresas, o chef pernambucano Luiz Farias acaba de ser eleito o melhor confeiteiro do mundo. A premiação foi conferida pela International Union of Bakers and Confectioners (UIBC), entidade que reúne associações do segmento da panificação de todo o mundo.

Farias lembra que a premiação tem mais de cem anos e que a entidade faz uma apurada pesquisa internacional para conceder a premiação a profissionais do setor. “No começo do ano, a UIBC me pediu meu currículo. Enviei e, para surpresa minha, eles me informaram, há dois meses, que eu era um dos finalistas. Surpresa maior foi saber que acabaram me indicando como o melhor chef do mundo de pâtisserie”, diz ele.

Essa não foi a única premiação conquistada pelo chef brasileiro. Dois livros escritos por Farias também ganharam prêmio internacionais: “Confeitaria Nacional” e “Massa Folhada”. “Esses prêmios são significativos, principalmente porque se trata de duas publicações escritas por um brasileiro, concorrendo – e vencendo – livros escritos por franceses, alemães, suíços e outros profissionais internacionais”, conta ele.

Além destas premiações, o chef Luiz Farias recebeu neste ano o título de Membro Acadêmico efetivo imortal na área de Arte pela Academia Brasileira de Ciências, Arte, História e Literatura. E em outubro deste ano, recebeu uma homenagem, da Academia Brasileira de Hotelaria e Restaurantes, e outra da revista Panificação Brasileira.

O melhor confeiteiro do mundo diz que, ao lado dos prêmios, há uma passagem que muito o emociona: o fato de ter sido escolhido o chefe executivo da cozinha organizada para atender o Papa Bento XVI e sua comitiva, durante sua visita ao Brasil, em Aparecida (SP).

O chef diz que a oportunidade de trabalhar numa multinacional de alimentos há mais de 20 anos contribui de forma decisiva para sua formação profissional. “Graças a isso, participei de cursos de iniciação ou especialização em mais de 30 diferentes países. Isso dá uma enorme bagagem profissional”, diz ele.

Apesar dos prêmios e homenagens que recebeu, o chef diz que não pretende dormir sobre os louros. “Agora, terei de ser ainda mais sério e profissional, mantendo-me permanentemente atualizado e focado no crescimento profissional”, garante ele, que destaca a importância do trabalho de entidades, como a Associação Brasileira da Indústria da Panificação e Confeitaria (Abip) para o crescimento e a consolidação do segmento da panificação e confeitaria.

“A Abip presta um trabalho de enorme importância para o setor, contribuindo com suas ações de divulgação, institucionais e de natureza técnica”, afirma o chefe.

“Luiz Farias é uma verdadeira referência na panificação brasileira e internacional. A Abip rende sua homenagem a este profissional que tanto dignifica a profissão e o segmento da panificação”, conclui o presidente da Abip, José Batista Oliveira.

Crédito: Divulgação

Foto Destacada: Reprodução/ Internet
>Do Diario de PE/ João Alberto
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Sexta, 19 de Outubro de 2018 -17h52m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>