Como orientar os filhos diante do apelo da indústria?

Foto: Divulgação

Há, no mínimo, uma década, ouvimos falar que a obesidade foi classificada como epidemia mundial. Os dados do avanço da doença são alarmantes: as projeções da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que em 2025 cerca de 2,3 bilhões de adultos vão sofrer de sobrepeso e mais de 700 milhões serão obesos.

A estimativa na área infantil também não é das melhores. O sobrepeso e a obesidade podem afetar 75 milhões de crianças. Conversamos com Lilia Kawazoe (FOTO), especialista em alimentação para indústria da Concepta Ingredientes, que defende a participação dos pais na alimentação dos filhos, fala do impacto que a dieta materna exerce e pondera: a indústria pode participar de forma saudável.

Qual o papel dos pais na dieta das crianças?
É fundamental que a ingestão de alimentos saudáveis comece ainda na gestação da mãe, siga na amamentação, até chegar no momento em que o filho escolhe a própria comida. Isso porque, apenas tendo essa cautela, pode-se evitar que as crianças sofram de obesidade infantil e, futuramente, tornem-se adultos com problemas de saúde.

Mas como orientar os filhos diante do apelo dos industrializados?
A indústria alimentícia tem um grande desafio e uma enorme responsabilidade: investir cada vez mais na produção de opções saudáveis para colaborar com esse processo doméstico. É preciso inovar sempre, realizar pesquisas para desenvolver no­­­vos ingredientes que atendam a essas necessidades com produtos de baixas calorias, ricos em vitaminas, minerais, proteínas, fibras, aminoácidos essenciais e antioxidantes naturais.
 
Então, basta a indústria querer para evoluir?
Para se ter uma ideia da quantidade de opções de insumos com alto valor nutritivo que as indústrias local e internacional têm ao seu dispor, basta olhar para a biodiversidade brasileira. Ela nos proporciona farinhas e óleos de frutos e sementes como açaí, cupuaçu e castanha-do-bra­­­sil, que podem ser incrementados em receitas tradicionais, tornando-os mais saudáveis. Portanto, sim, basta querer.
 
No caso, o industrializado não é exatamente ruim, só precisa ser revisto para integrar uma dieta saudável?
Industrializados ou não, é fundamental antes de se pensar em uma gestação, na gravidez, após o parto e, sobretudo, durante as refeições com a criança. Ensinar desde cedo a se alimentar corretamente é primordial para que tenha o hábito de comer saudável no futuro.

—-

Foto Destacada: Reprodução / Internet
>Da Folha de PE
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Sábado, 02 de Julho de 2016 -20h18m)


Deprecated: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/orobofm/public_html/wp-includes/functions.php on line 5523

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale Conosco

Share on facebook
Share on whatsapp

Telefones Úteis

  • OROBÓ FM  81 3656 1264
  • ABRIGO SÃO FRANCISCO de ASSIS 81 3656 1594 / 81 9678 7378 (TIM)
  • BANCO do BRASIL  81 3656 1144
  • CÂMARA MUNICIPAL 81 3656 1143
  • CELPE (Companhia Energética de PE) 81 3621 1279 (Carpina)
  • COMPESA (Companhia de Água e Esgoto de PE) 81 3656 1162
  • COMSEF (Comunidade Semeando o Futuro) 81 3656 1399
  • CONSELHO TUTELAR 813656 1206
  • CORREIOS (Empresa de Correios e Telégrafos) 81 3656 1135
  • DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) 81 3638 1194 (Bom Jardim)
  • DELEGACIA (PC) 81 3656 1190
  • DESTACAMENTO (PM) 81 9513 3884
  • ESCOLA ABÍLIO de SOUZA BARBOSA 81 3656 1499
  • ESCOLA PROFESSORA RITA MARIA DA CONCEIÇÃO 81 3656 1578
  • HOSPITAL SEVERINO TÁVORA 81 3656 1124
  • PARÓQUIA NOSSA SENHORA da CONCEIÇÃO 81 3656 1226
  • PREFEITURA 81 3656 1156
  • SECRETARIA de SAÚDE 81 3656 1177