Governo anuncia que medicamentos vão subir até 12,5%

Consumidores devem ficar atentos esta semana. Nesta quinta-feira (31), o Ministério da Saúde vai anunciar o reajuste anual dos medicamentos, baseado em uma nova metodologia. O órgão não dá detalhes sobre os percentuais, mas o mercado estima que o aumento será de até 12,5% – pela primeira vez, acima da inflação do período.

Desde o ano passado, uma resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), do governo federal, alterou as variáveis do cálculo do aumento. Este ano, a nova resolução esperada para esta semana deverá incluir o agendamento do reajuste: sempre ocorrerá no dia 31 de março de cada ano. Houve ainda alteração dos detalhes dos fatores que compõem a fórmula.

Procurado pelo JC, o Ministério da Saúde não deu detalhes sobre o cálculo, nem sobre os percentuais que resultaram dele ou como será, efetivamente, a aplicação nos preços para o consumidor. Porém, em encontro com representantes do Sindicato da Indústria de Farmacêuticos de São Paulo (Sindusfarma) na semana passada, o secretário-executivo da CMED, Leandro Safatle, confirmou o percentual de 12,5% – o que levaria o aumento dos remédios a ultrapassar a inflação do período pela primeira vez (veja gráfico abaixo). Ele informou também que a nova lista de medicamentos deve estar disponível no dia 10 de abril.

Os 12,5% como teto do reajuste também estão nas contas da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), que congrega 56 laboratórios, que respondem por 82% do mercado dos medicamentos de referência e por 33% dos genéricos. De acordo com a Interfarma, influenciaram no cálculo a inflação (IPCA) acumulada entre março de 2015 e fevereiro de 2016, de 10,36%, e detalhes dos fatores.

“O primeiro fator considera a produtividade da indústria, que fora positiva nos últimos anos. Já o segundo se baseia na concorrência das classes terapêuticas para estabelecer faixas distintas de reajustes. Por último, o terceiro fator pondera forças econômicas como câmbio e energia elétrica na equação. Desta vez, a produtividade da indústria foi negativa, ou seja, a mão de obra contratada produziu menos que no ano anterior”, informou a entidade em nota à imprensa.

Mesmo com a alta chegando em um momento crítico da economia do País e das finanças pessoais dos consumidores, muitos deles desempregados, o presidente-executivo da Interfarma, Antônio Britto, argumenta que o acumulado dos reajustes dos medicamentos dos últimos 10 anos continua abaixo do IPCA. Segundo ele, nesse período a inflação somou 79,3%, enquanto os reajustes da CMED foram de 61,2%.

A entidade pontua, ainda, que “os descontos praticados pelo mercado devem influenciar o preço final”. “Como esse mercado é muito competitivo, os preços ficam sempre abaixo do índice de reajuste”, explica Britto. Para os consumidores, resta procurar alternativas para diminuir o impacto da alta.

—-

Foto: André Nery / JC Imagem
>Do Jornal do Commercio
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Quarta, 30 de Março 2016 -12h27m)


Deprecated: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/orobofm/public_html/wp-includes/functions.php on line 5523

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale Conosco

Share on facebook
Share on whatsapp

Telefones Úteis

  • OROBÓ FM  81 3656 1264
  • ABRIGO SÃO FRANCISCO de ASSIS 81 3656 1594 / 81 9678 7378 (TIM)
  • BANCO do BRASIL  81 3656 1144
  • CÂMARA MUNICIPAL 81 3656 1143
  • CELPE (Companhia Energética de PE) 81 3621 1279 (Carpina)
  • COMPESA (Companhia de Água e Esgoto de PE) 81 3656 1162
  • COMSEF (Comunidade Semeando o Futuro) 81 3656 1399
  • CONSELHO TUTELAR 813656 1206
  • CORREIOS (Empresa de Correios e Telégrafos) 81 3656 1135
  • DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) 81 3638 1194 (Bom Jardim)
  • DELEGACIA (PC) 81 3656 1190
  • DESTACAMENTO (PM) 81 9513 3884
  • ESCOLA ABÍLIO de SOUZA BARBOSA 81 3656 1499
  • ESCOLA PROFESSORA RITA MARIA DA CONCEIÇÃO 81 3656 1578
  • HOSPITAL SEVERINO TÁVORA 81 3656 1124
  • PARÓQUIA NOSSA SENHORA da CONCEIÇÃO 81 3656 1226
  • PREFEITURA 81 3656 1156
  • SECRETARIA de SAÚDE 81 3656 1177