Aproveite o bem-estar proporcionado pelo sexo de forma segura

De tão bom, o sexo está entre os quatro pilares da qualidade de vida – ao lado da satisfação com o trabalho, a convivência com a família e o lazer – assinalados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Mas bom mesmo só quando ele é seguro. Com o Dia dos Namorados chegando, casais apaixonados se preparam para comemorar a data em grande estilo. Mas, seja em ocasiões especiais ou no dia a dia, com parceiros fixos ou não, é essencial tomar alguns cuidados com a saúde sexual para o prazer não terminar em dor de cabeça.

1 – Camisinha

Imagem de pessoa segurando um pacote de camisinha (Foto: Free Images)Foto: Free Images

Tanto para o homem quanto para a mulher, a máxima recomendação dos especialistas é o uso da camisinha. “A camisinha é uma arma muito importante para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, como a Aids”, explica a ginecologista Angelina Maia, especialista em colo, vagina e vulva, sexualidade e vacinação.

2 – Exames preventivos

Imagem de médico com luvas (Foto: Photl.com)Foto: Photl.com

Com início da atividade sexual, homens e mulheres estão expostos à contaminação das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). Por isso, a importância de fazer os exames preventivos anualmente. Papanicolau, ultrassom transvaginal são muito comuns. Em relação à saúde sexual da mulher, a vigilância sobre doenças como o HPV (Papilomavírus humano) é muito importante. Citologia e colposcopia são alguns dos exames que vão em busca das alterações induzidas pelo papilomavírus humano, que pode levar ao câncer do colo do útero se não for diagnosticado e tratado rapidamente.

3 – Vacinas

Imagem de injeção (Foto: Photl.comFoto: Photl.com

Algumas DSTs podem ser prevenidas – ou ter sua incidência diminuída – com a vacinação, como o HPV e a hepatite B. “A medida que você se vacina contra essas duas doenças de contato sexual, fica um pouco mais seguro. A hepatite B, por exemplo, é uma doença quase tão severa quanto a Aids. Ela evolui silenciosamente, a ponto de quando os sintomas começam a aparecer, o fígado já está muito comprometido”, alerta a especialista.

4 – Métodos contraceptivos

Imagem de cartela de pílula (Foto: Free Images)Foto: Free Images

Além da camisinha, um dos métodos contraceptivos mais usado pelas mulheres é a pílula anticoncepcional. No entanto, é importante ressaltar que a pílula é um método seguro para evitar a gravidez, mas não protege contra doenças sexualmente transmissíveis. Por isso, a recomendação da especialista, é fazer uso da camisinha e pílula. No caso de relacionamentos exclusivos, com o desejo de não fazer uso da camisinha, o recomendado é que ambos façam testes para DSTs.

Para aquelas que desejam utilizar a pílula, o ideal é tirar todas as dúvidas sobre o assunto. “É muito importante também que as mulheres que tomam anticoncepcional leiam a bula para saber como a pílula deve ser usada”, esclarece a ginecologista Angelina Maia. Outro método contraceptivo muito utilizado pelas mulheres é o DIU (Dispositivo intrauterino). “O DIU causa um afinamento do revestimento do endométrio de um jeito que ele não pode receber o feto. É outro método muito comum para evitar a gravidez mas, assim como a pílula, não protege contra as DSTS”, explica.

ALERTA
Muito usada após relações sexuais desprevenidas, a pílula do dia seguinte pode representar um perigo para o organismo da mulher. “A pílula do dia seguinte é uma bomba de hormônios e, quando usada muitas vezes, pode desorganizar toda a estrutura ovariana. Por isso não pode ser considerada como um método anticoncepcional e deve ser usada apenas em emergências”, esclarece.

A famosa tabelinha também não é confiável. “O ciclo menstrual da mulher não é regular. Por isso a tabela não deve ser escolhido como método para prevenção de gravidez”, defende Angelina.

5 – Cuidados com o sexo anal

Imagem de casal na cama (Foto: divulgação)Foto: Divulgação

Ainda considerado tabu por muitos, os cuidados com sexo anal costumam ser pouco debatidos. Mas se engana quem pensa que a prática não traz riscos. Se os parceiros não tomarem os devidos cuidados – usando sempre camisinha e lubrificante à base de água – a penetração anal pode causar muitas lesões e até câncer.

“Ninguém fala sobre os cuidados com o sexo anal. Mas se não tomarmos cuidado, há risco de infecção urinária, lesões e câncer de canal anal, um tipo raro, provocado pelo HPV. O que acontece é que o canal anal tem uma constituição anatômica muito parecida com a do colo do útero, então, se for exposto ao vírus do HPV, há possibilidade sim de câncer de canal anal. A medida que você usa camisinha e lubrificante, evita ou, pelo menos, diminui a possibilidade”, alerta a especialista.

>Do NE10
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Sexta, 05 de Junho de 2015 -20h31m)


Deprecated: O arquivo Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/orobofm/public_html/wp-includes/functions.php on line 5579

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale Conosco

Share on facebook
Share on whatsapp

Telefones Úteis

  • OROBÓ FM  81 3656 1264
  • ABRIGO SÃO FRANCISCO de ASSIS 81 3656 1594 / 81 9678 7378 (TIM)
  • BANCO do BRASIL  81 3656 1144
  • CÂMARA MUNICIPAL 81 3656 1143
  • CELPE (Companhia Energética de PE) 81 3621 1279 (Carpina)
  • COMPESA (Companhia de Água e Esgoto de PE) 81 3656 1162
  • COMSEF (Comunidade Semeando o Futuro) 81 3656 1399
  • CONSELHO TUTELAR 813656 1206
  • CORREIOS (Empresa de Correios e Telégrafos) 81 3656 1135
  • DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) 81 3638 1194 (Bom Jardim)
  • DELEGACIA (PC) 81 3656 1190
  • DESTACAMENTO (PM) 81 9513 3884
  • ESCOLA ABÍLIO de SOUZA BARBOSA 81 3656 1499
  • ESCOLA PROFESSORA RITA MARIA DA CONCEIÇÃO 81 3656 1578
  • HOSPITAL SEVERINO TÁVORA 81 3656 1124
  • PARÓQUIA NOSSA SENHORA da CONCEIÇÃO 81 3656 1226
  • PREFEITURA 81 3656 1156
  • SECRETARIA de SAÚDE 81 3656 1177