Carmona dá vitória ao Náutico na Copa do Brasil

Num jogo indigente tecnicamente, o Náutico conseguiu aproveitar um erro do adversário para largar com uma ótima vantagem na Copa do Brasil ao vencer o Brasília, no Serejão, na noite desta quinta-feira (2), por 1×0. E o gol da vitória foi simbólico para marcar a recuperação plena de um jogador há tanto ausente: Pedro Carmona acertou um chute de fora da área um ano depois de sofrer uma lesão no joelho. No jogo da volta, previsto para o próximo dia 15, o timbu joga por qualquer empate para enfrentar o vencedor do confronto Paraná Clube x Jacuipense-BA. Se o Brasília devolver o 1×0 a decisão vai para os pênaltis. Vitória candanga por um gol de diferença a partir de 2×1 (3×2, 4×3…) dá Brasília.

Com um gramado cheio de morrinhos – zagueiros, laterais e volantes, menos artilheiros – a indigência dos dois times cristalizou-se ainda mais. Jogadas de aproximação com início meio e fim apenas uma de cada lado. De resto viu-se chutões para o campo contrário, cruzamentos que atravessavam toda a grande área e incapacidade para acertar passes no sentido vertical.

O Náutico só fez algo de útil num cruzamento de David. Pedro Carmona fechou para finalizar mas chutou o vento. David pegou o que restou e mandou para fora, aos 19 minutos. Apenas um minuto depois, Índio estava com pleno domínio da bola mas resolveu chutar para cima. A bola voltou para o mesmo lugar de onde saiu e ele tentou afastar de cabeça. E lá voltava ela para o ponto inicial, mas desta vez Bruno Alves aproveitou a lambança para chutar cruzado, raspando a trave direita.

O Brasília, que tocava muito bem de lado, jamais para a frente, teve dez segundos de inspiração pelos pés de Héverton, aquele mesmo que provocou o rebaixamento da Portuguesa da Série A para a Série B em 2013. Ele recebeu do goleiro e conseguiu o milagre de tocar para alguém que estava à sua frente e não ao lado. O escolhido foi Moraes, que percebeu a saída de Júlio César e tentou por cobertura. A bola passou com perigo, perto do travessão.

Na volta para o segundo tempo um time decidiu ao menos tentar alguma coisa. E foi o Náutico. Como recompensa pela boa vontade, os pernambucanos ganharam um presentão logo aos seis minutos. A defesa brasiliense saiu jogando errado na frente de Pedro Carmona, que não perdoou e mandou uma bomba no canto esquerdo de Arthur. Um ano depois, o 10 do Náutico carimbava suas boas-vindas.

O problema é que depois do gol, tão cedo, o timbu reduziu o jogo ao que ele foi durante todo primeiro tempo: passe errado, chutão, etc. Uma jogada digna de qualquer programa humorístico deu o tom do que estava acontecendo aos 19 minutos. Niel tentou cortar um cruzamento e ‘furou’. Helder Ribeiro tentou consertar e mandou a bola em cima de Niel. Ela sobraria para Moraes entrar cara a cara com Júlio César, se o goleiro alvirrubro não tivesse saído do gol. Moraes trombou nele e pediu pênalti que não houve.

O Brasília até que tentou ir para cima, mas o fez sem velocidade e o principal, sem técnica. O atacante Fernandinho tentou incendiar o jogo, mas sempre tentando as jogadas individuais. De resto, o time candango explorava o lado direito de seu ataque mas só tentando a bola alta. O Náutico tinha a possibilidade do contra-ataque, mas assim como seu adversário faltava qualidade para fazer uma transição rápida. Mas ao menos teve o mérito de aproveitar o erro do rival. Nos acréscimos Júlio César brilhou ao fazer uma grande defesa num chute de Santos.

Ficha do jogo

-Brasília
Arthur; Paulo Ricardo, Índio, André e Makeka; Pedro Ayub (Anjinho), Héverton, William e Werick (Fernandinho); Giba e Bruno Moraes (Santos). Técnico: Luiz Carlos Souza.
-Náutico
Júlio César; David, Niel, Hélder, Gastón Filguera e Piauí (Renato); João Ananias, Guilherme (Anderson Preto) e Fillipe Soutto; Bruno Alves e Pedro Carmona (Stéfano Yuri). Técnico: Lisca.
-Gol
Pedro Carmona, aos seis do segundo tempo.
-Cartões amarelos
Werick, Paulo Ricardo e André (BRA); Bruno Alves e Guilherme (NAU).
-Público
706.
-Renda
R$ 5.376,00.

-Árbitro
Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO).

-Assistentes
Bruno Raphael Pires (GO) e Edson Antônio de Sousa (GO).

-Local
Boca do Jacaré, em Taguatinga-DF.

>Do NE10 e Show de Bola da Orobó FM
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Quinta, 02 de Abril de 2015 -21h38m)


Deprecated: O arquivo Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/orobofm/public_html/wp-includes/functions.php on line 5579

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale Conosco

Share on facebook
Share on whatsapp

Telefones Úteis

  • OROBÓ FM  81 3656 1264
  • ABRIGO SÃO FRANCISCO de ASSIS 81 3656 1594 / 81 9678 7378 (TIM)
  • BANCO do BRASIL  81 3656 1144
  • CÂMARA MUNICIPAL 81 3656 1143
  • CELPE (Companhia Energética de PE) 81 3621 1279 (Carpina)
  • COMPESA (Companhia de Água e Esgoto de PE) 81 3656 1162
  • COMSEF (Comunidade Semeando o Futuro) 81 3656 1399
  • CONSELHO TUTELAR 813656 1206
  • CORREIOS (Empresa de Correios e Telégrafos) 81 3656 1135
  • DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) 81 3638 1194 (Bom Jardim)
  • DELEGACIA (PC) 81 3656 1190
  • DESTACAMENTO (PM) 81 9513 3884
  • ESCOLA ABÍLIO de SOUZA BARBOSA 81 3656 1499
  • ESCOLA PROFESSORA RITA MARIA DA CONCEIÇÃO 81 3656 1578
  • HOSPITAL SEVERINO TÁVORA 81 3656 1124
  • PARÓQUIA NOSSA SENHORA da CONCEIÇÃO 81 3656 1226
  • PREFEITURA 81 3656 1156
  • SECRETARIA de SAÚDE 81 3656 1177