Terremoto no sudoeste da China deixa pelo menos 357 mortes

Pelo menos 357 pessoas morreram em decorrência de um forte terremoto que abalou neste domingo a montanhosa província chinesa de Yunnan, segundo o novo balanço das vítimas divulgado pela agência estatal de notícias Xinhua. O terremoto, com magnitude de 6,1 graus, atingiu a prefeitura de Zhaotong e de acordo com os primeiros informes deixou 1.400 ferido

O tremor aconteceu às 16H30 (5H30 de Brasília) ao noroeste da província de Yunnan, a uma profundidade de 10 km, segundo o Centro Americano de Geofísica (USGS). “O tremor derrubou e danificou muitos edifícios edifícios, em particular casas de construção antiga”, informou a agência oficial Xinhua. 

Mais de 120 mortes aconteceram no distrito de Ludian, no epicentro do terremoto, de acordo com a China News Service, a segunda agência oficial de notícias do país. Quase 30 pessoas morreram em dois distritos vizinhos, todos no município de Zhaotong, segundo a mesma agência. 

Equipes de bombeiros e dezenas de integrantes das forças de segurança pública estavam a caminho do local da tragédia, informou o canal público CCTV. A emissora exibiu vídeos gravados no distrito de Ludian que mostram os moradores aterrorizados com os tremores secundários. “Os muros de vários edifícios desabaram e as tubulações de água quebraram. A energia elétrica foi cortada”, escreveu na rede social Weibo um internauta que afirma ser morador do distrito. O mesmo internauta publicou fotos de paredes rachadas e escombros nas ruas.

O USGS advertiu ao noticiar o tremor que “em geral a população desta região vive em estruturas muito vulneráveis aos terremotos”. O sudoeste da China, situado entre as placas tectônicas Euroasiática e da Índia, é cenário frequente de terremotos. Os extremos montanhosos entre as províncias de Yunnan, Sichuan e Guizhu, de difícil acesso, registraram muitos terremotos nos últimos anos. Em 1974, um tremor de 6,8 graus na mesma região matou mais de 1.500 pessoas. Em setembro de 2012, outras 80 pessoas morreram em dois terremotos na região montanhosa entre Yunnan e Ghizhu.

Na vizinha Sichuan, uma das províncias de maior população da China, um terremoto de 8,0 graus em maio de 2008 deixou 87.000 mortos e desaparecidos.

>Da Folha de PE
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Domingo, 03 de Agosto de 2014 -16h37m)


Deprecated: O arquivo Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/orobofm/public_html/wp-includes/functions.php on line 5579

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale Conosco

Share on facebook
Share on whatsapp

Telefones Úteis

  • OROBÓ FM  81 3656 1264
  • ABRIGO SÃO FRANCISCO de ASSIS 81 3656 1594 / 81 9678 7378 (TIM)
  • BANCO do BRASIL  81 3656 1144
  • CÂMARA MUNICIPAL 81 3656 1143
  • CELPE (Companhia Energética de PE) 81 3621 1279 (Carpina)
  • COMPESA (Companhia de Água e Esgoto de PE) 81 3656 1162
  • COMSEF (Comunidade Semeando o Futuro) 81 3656 1399
  • CONSELHO TUTELAR 813656 1206
  • CORREIOS (Empresa de Correios e Telégrafos) 81 3656 1135
  • DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) 81 3638 1194 (Bom Jardim)
  • DELEGACIA (PC) 81 3656 1190
  • DESTACAMENTO (PM) 81 9513 3884
  • ESCOLA ABÍLIO de SOUZA BARBOSA 81 3656 1499
  • ESCOLA PROFESSORA RITA MARIA DA CONCEIÇÃO 81 3656 1578
  • HOSPITAL SEVERINO TÁVORA 81 3656 1124
  • PARÓQUIA NOSSA SENHORA da CONCEIÇÃO 81 3656 1226
  • PREFEITURA 81 3656 1156
  • SECRETARIA de SAÚDE 81 3656 1177