Beyoncé não é um ícone da moda — e não está nem aí

Rihhana é mais influente no mundo da moda do que Beyoncé Foto: Barry Brecheisen / Invision for Parkwood EntertainmentBARRY BRECHEISEN / INVISION FOR PARKWOOD ENTERTAINMENT

NOVA YORK — Beyoncé Knowles é, desde a semana passada, tema de uma exposição no Rock and Roll Hall of Fame, de Cleveland, nos Estados Unidos. Apesar de não poder estar no museu oficialmente (o hall da fama de Cleveland só considera um artista como lenda do rock depois de 25 anos do lançamento de seu primeiro álbum. Beyoncé estreou com as Destiny’s Child’s em 1998), a cantora é tao famosa que o museu criou um atalho para ter… as roupas de Beyoncé! 

Sete looks da cantora — incluindo o body coladíssimo de “Single Ladies”, desenhado pela mae da diva, Tina Knowles; o traje com ares robóticos assinado por Thierry Mugler para “Sweet Dream”; e o vestido Givenchy que ela usou no baile do MET de 2012 — estão em exibição ao lado de peças usadas pelas lendas (oficialmente) David Bowie e Michael Jackson. E ficarão em Cleveland por dois anos.

Todd Mesek, vice-presidente de marketing e comunicações do Museu diz que “Beyoncé usa o seu talento natural para influenciar a moda, o som e o negócio da música”. Mas, como as roupas de Beyoncé estão num museu da música e não da moda, podemos pensar que ela não tem influencia sobre o mundinho. Será?

Calma. Beyoncé já foi eleita a celebridade mais poderosa do mundo pela revista “Forbes”, a “People” a colocou no topo da lista das mais bonitas, ela é a artista que vendeu mais rapidamente no iTunes, além de já ter sido personagem de documentário. Beyoncé é uma força global. Mas não merece o título de ícone da moda.

Blasfêmia, talvez. Afinal, não se deveria criticar uma mulher com tantos atributos. Mas Beyoncé não influencia a direção da moda como Rihanna (que, aliás, ganhou prêmio de ícone da moda do CFDA este ano), que colocou o esporte de luxo nas coleções de Pucci, Balmain e Tom Ford. Também não é daquelas que cria tendências a cada peça que veste, como Madonna fez com os crucifixos, as mini de rendas e o sutiã em forma de cone criado por Jean Paul Gaultier. Até mesmo o príncipe George, um bebê, consegue vender moda mais rápido do que ela.

A superfama de Beyoncé não conseguiu sequer manter a marca fashion da cantora. A House of Deréon parece ter sido suspensa (os links para o site houseofdereon.com e a página no Facebook sumiram), restando jeans e sapatos a venda em sites. Jessica Simpson, por exemplo, tem lucros de US$ 1 bilhão com a moda, segundo a “Forbes”.

Mas os 13,5 milhoes de seguidores de Beyoncé no Twitter e os 14,4 milhões do Instagram já a viram usando Phillip Lim, Pucci, Atelier Versace, Alexander Wang e Diesel. Ela já vestiu Givenchy em três edições do baile do MET e foi capa da “Vogue” duas vezes. Beyoncé poderia ser uma trendsetter extraordinária. Mas não é.

Esse paradoxo talvez seja uma estratégia – muito inteligente.

Ao escolher como símbolos o sorriso, o cabelo e a voz, Beyoncé assegura que a única marca que realmente importa é ela mesma. Tudo o que a cantora vende tem retorno certo… para ela! Nenhum estilista tem o seu nome permanentemente associado ao dela. O único nome é Beyoncé Knowles. É uma questão de poder.

É comum se pensar que a moda é um passaporte para a fama (como os casos de Kerry Washington e Lupita Nyong’o, que aproveitaram o sucesso no tapete vermelho) ou uma maneira de se sustentar uma carreira fora das telas (como Kate Hudson e Sharon Stone). Mas Beyoncé sugere que não é sempre assim. Deixando de lado a moda, o que fica da cantora?

Um ícone. Nenhum complemento é necessário para Beyoncé Knowles.

>Do O Globo Fofocas da TV do Forrozão Sertanejo da Orobó FM
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Quinta, 31 de Julho de 2014 -08h11m)


Deprecated: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/orobofm/public_html/wp-includes/functions.php on line 5523

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale Conosco

Share on facebook
Share on whatsapp

Telefones Úteis

  • OROBÓ FM  81 3656 1264
  • ABRIGO SÃO FRANCISCO de ASSIS 81 3656 1594 / 81 9678 7378 (TIM)
  • BANCO do BRASIL  81 3656 1144
  • CÂMARA MUNICIPAL 81 3656 1143
  • CELPE (Companhia Energética de PE) 81 3621 1279 (Carpina)
  • COMPESA (Companhia de Água e Esgoto de PE) 81 3656 1162
  • COMSEF (Comunidade Semeando o Futuro) 81 3656 1399
  • CONSELHO TUTELAR 813656 1206
  • CORREIOS (Empresa de Correios e Telégrafos) 81 3656 1135
  • DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) 81 3638 1194 (Bom Jardim)
  • DELEGACIA (PC) 81 3656 1190
  • DESTACAMENTO (PM) 81 9513 3884
  • ESCOLA ABÍLIO de SOUZA BARBOSA 81 3656 1499
  • ESCOLA PROFESSORA RITA MARIA DA CONCEIÇÃO 81 3656 1578
  • HOSPITAL SEVERINO TÁVORA 81 3656 1124
  • PARÓQUIA NOSSA SENHORA da CONCEIÇÃO 81 3656 1226
  • PREFEITURA 81 3656 1156
  • SECRETARIA de SAÚDE 81 3656 1177