Jeison Wallace, intérprete de Cinderela, celebra um ano de TV Clube/Record

Maquiagem, vestido, peruca, lenço e óculos são utilizados para dar vida à personagem. Técnica apurada por mais de 20 anos de prática. A transformação leva cerca de uma hora, tempo que Jeison Wallace, 47 anos, leva para se transformar em Cinderela. A personagem, que  é uma das mais icônicas da televisão pernambucana, celebra um ano de Clube da Cinderela, na TV Clube/Record, neste mês de maio. Nesta segunda-feira (5), às 23h15, ele participa do programa Roberto Justus +, sendo entrevistado pelo apresentador no quadro Criador e criatura. 

Nascido e criado, em Afogados, Jeison Mendes da Silva Ribeiro (o Wallace surgiu no início da carreira, inspirado pelo nome de um namorado da tia) teve infância muito humilde e pobre. Para passar o tempo, o garoto costumava frequentar a casa de um tio, que alugava quartos construídos nos fundos da residência.

Lá, ele alimentava o sonho de ser cantor. Apresentava paródias e imitava trejeitos dos inquilinos. “Eu era a alegria desse beco. Tirava onda com todo mundo, mexia com a ‘ferida’ (dos moradores). Foi daí que tirei personagens e situações que levo para o teatro”, conta

O início nas artes cênicas aconteceu aos 16 anos. “Eu sentia que tinha talento para cantar, atuar, mas precisava me enturmar”, afirma Jeison, que na época trabalhava como contínuo para um tio corretor e contador. Para alcançar o objetivo, o adolescente fez curso de iniciação ao teatro com o professor Antônio Carlos Gomes do Espírito Santos, o Carlão, que mantinha o grupo Colcha de Retalhos.

Três meses depois, com o fim das aulas, Jeison foi incorporado ao elenco. “Minha maior incentivadora foi minha mãe que tirava até dinheiro da feira para viabilizar minha participação…Quando consegui meu lugar ao sol, a levei para morar comigo”, descreve. Atualmente, o ator mora em um apartamento, onde também vivem uma irmã, um irmão e o filho.    

A carreira prosseguiu com trabalhos em peças infantis e, principalmente, comédias. Após passar por alguns grupos teatrais, veio a guinada profissional com a criação da Trupe do Barulho, formada por Jeison e amigos, e, consequentemente, da personagem Cinderela.

A inspiração surgiu de um espetáculo produzido para ser apresentado em boates, A bicha borralheira, a história que sua mãe não contou. “A trupe pegou o texto do dramaturgo Henrique Selibi e transformou em peça, com quase duas horas de duração. O original tinha entre 20 e 30 minutos”, conta o ator. “Ele deu a autorização e depois escreveu o texto de algumas peças para a gente”.

Cinderela, a história que sua mãe não contou estreiou em 1991 e ficou sete anos ininterruptos em cartaz, além de dois anos com outro ator vivendo a protagonista, mas sem conseguir a mesma identificação com a  personagem. “Ninguém é insubstituível, mas tem coisa que fica arraigada”, opina Jeison. A época também marcou o desligamento do artista da trupe. “Todo casamento um dia acaba. Eu saí para fazer minhas coisas, meus projetos”, conta, evitando repercutir o assunto já resolvido.

Cinderela e, lógico, seu intérprete, ganharam Pernambuco e, em seguida, o Brasil. No currículo, estão programas de TV (com aparições em rede nacional) e de rádio, peças e músicas (realizando, em parte, o sonho da infância). Atualmente, a caricata personagem que divide o nome com uma princesa da Disney pode ser vista no Clube da Cinderela, exibido de segunda a sexta-feira, às 13h45, na TV Clube/Record, e em apresentações esporádicas do espetáculo Em briga de marido e mulé ninguém mete…, fruto de parceria com Zé Lezin, personagem vivido por Nairon Barreto. “Sou um caso a parte, porque dizem que santo de casa não faz milagre. Eu me orgulho de fazer sucesso no lugar onde nasci”.

Por ele mesmo:

*Rotina
“Minha rotina é trabalho. Eu só trabalho e durmo. Tem dia que a gravação vai até às 23h”, diz. Geralmente, o horário das gravações dita o toque do despertador. “Meu momento de inspiração é na madrugada”.


*Lazer

“Quando não tenho nada pra fazer, meu refúgio são essas praias distantes. Maragogi, São José da Coroa Grande, Itamaracá, João Pessoa. Desligo o telefone. A TV é meu passatempo predileto. Durmo com ela ligada. Vou zapeando. Gosto de ver novela, programa de auditório. Nunca vou ao cinema, prefiro o DVD”, conta.

*Teatro
A parceria entre Zé Lezin e Cinderela continua em cartaz. A dupla costuma se apresentar em outros locais do Nordeste. “Onde a gente vai, fica lotado. Zé Lezin é o cara”, afirma. Outro espetáculo com a assinatura de Jeison Wallace é Mãezona. “Eu criei para Flávio Luiz (protagonista). O conheço há muito tempo”, conta.


*Cinema

“Nós já pensamos. Tem um projeto para levar Cinderela, a história que sua mãe não contou para o cinema. Um roteiro já está pronto. Mas é muito difícil produzir um programa diário e com peças viajando por Pernambuco. Esse projeto foi ficando para trás”.

*Música

Como Cinderela, Jeison gravou cinco CDs. Dois de carnaval, com participações, e três com canções de teor cômico. “Quero um dia fazer um ‘cedezinho’ de bossa nova. Músicas sérias, digamos assim”.

*Público

“As pessoas me reconhem porque já apareci muito de ‘cara limpa’, apesar de fazer tempo que não apareço assim. Muitos anos mesmo, entre 10 e 15 anos. A pessoa diz que conhece, assiste, e quer tirar foto. Às vezes, me identificam pela voz”.

Confira a transformação de Jeison Wallace em Cinderela:

>Do Diario de PE
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Seg, 05 de Maio de 2014 -21h45m)


Deprecated: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/orobofm/public_html/wp-includes/functions.php on line 5523

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale Conosco

Share on facebook
Share on whatsapp

Telefones Úteis

  • OROBÓ FM  81 3656 1264
  • ABRIGO SÃO FRANCISCO de ASSIS 81 3656 1594 / 81 9678 7378 (TIM)
  • BANCO do BRASIL  81 3656 1144
  • CÂMARA MUNICIPAL 81 3656 1143
  • CELPE (Companhia Energética de PE) 81 3621 1279 (Carpina)
  • COMPESA (Companhia de Água e Esgoto de PE) 81 3656 1162
  • COMSEF (Comunidade Semeando o Futuro) 81 3656 1399
  • CONSELHO TUTELAR 813656 1206
  • CORREIOS (Empresa de Correios e Telégrafos) 81 3656 1135
  • DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) 81 3638 1194 (Bom Jardim)
  • DELEGACIA (PC) 81 3656 1190
  • DESTACAMENTO (PM) 81 9513 3884
  • ESCOLA ABÍLIO de SOUZA BARBOSA 81 3656 1499
  • ESCOLA PROFESSORA RITA MARIA DA CONCEIÇÃO 81 3656 1578
  • HOSPITAL SEVERINO TÁVORA 81 3656 1124
  • PARÓQUIA NOSSA SENHORA da CONCEIÇÃO 81 3656 1226
  • PREFEITURA 81 3656 1156
  • SECRETARIA de SAÚDE 81 3656 1177