Suspeitos da morte de cinegrafista são indiciados por homicídio doloso

O Jornal Nacional teve acesso ao inquérito entregue nesta sexta-feira (14) ao Ministério Público do Rio sobre a morte do cinegrafista da TV Bandeirantes. Santiago Andrade morreu ao ser atingido por um rojão, no dia 6 de fevereiro, durante uma manifestação no Centro. Caio Silva de Souza e Fábio Raposo foram indiciados por homicídio com dolo eventual — porque, segundo a polícia, assumiram o risco de matar.

Oito dias de investigação policial resultaram em um inquérito de 175 páginas. O documento foi entregue ao Ministério Público pelo delegado Maurício Luciano, responsável pelas investigações. A promotoria tem cinco dias úteis para apresentar a denúncia à Justiça ou pedir novas investigações à polícia.

No relatório final do inquérito, o delegado afirma que “não há dúvida que Fábio Raposo e Caio Silva de Souza agiram em comunhão de esforços e objetivo comum, assumindo o risco de produzir o resultado do crime de homicídio” (veja a íntegra do relatório no fim desta reportagem).

Ele ressalta ainda que um dos agravantes foi o modo como a vítima foi alvejada: de costas para o artefato, impossibilitando completamente a sua defesa. Caio e Fábio cumprem prisão temporária de 30 dias, prorrogáveis por mais 30, em cadeias públicas no Complexo de Bangu

Depoimento incluído no inquérito
Nesta sexta, o delegado entrou com pedido para que a prisão temporária seja convertida em preventiva. Assim, os dois ficariam presos por prazo indeterminado. O depoimento que Caio de Souza prestou na cadeia, em que acusa Fábio Raposo de ter acendido o rojão que matou o cinegrafista Santiago Andrade, foi incluído no inquérito.

O advogado que defende os dois suspeitos foi nesta sexta-feira ao Complexo de Bangu para saber em que circunstâncias este depoimento de Caio de Souza foi tomado. Na saída, depois de conversar com os dois clientes, o advogado disse que Caio foi acordado de madrugada para falar com os policiais.

“Acordado pelos agentes penitenciários, na presença de seis homens, de madrugada, para prestar um depoimento, sendo que ele já tinha se reservado o direito de só falar em juízo, é uma violação grave. Foi coagido psicologicamente a prestar este depoimento da seguinte forma: ‘É bom pra você falar, que vai ser bom pra sua defesa. Vai ser bom pra você porque o Fábio está lhe acusando’. Isso eu ouvi do Caio. Houve um constrangimento ilegal. Esse inquérito, se não for todo nulo, esse depoimento é nulo’”, afirmou.

Delegado nega coação
O delegado negou que Caio tenha sido coagido a falar. “Ele não foi pressionado, ele pediu pra falar. Talvez ele tenha querido falar longe do advogado”, disse.

O advogado Jonas Tadeu disse que pedirá o habeas corpus em favor dos clientes nos próximos dias e que quer o Ministério Público e a Ordem dos Advogados do Brasil ouçam Caio Silva de Souza para confirmar o que aconteceu.

Fábio muda versão
O advogado contou que conversou com Fabio Raposo no presídio. Segundo Jonas Tadeu, Fábio mudou a versão de como conseguiu o rojão. Ele agora afirma que não encontrou o artefato no chão, mas recebeu de outro manifestante.

“Ele falou: ‘Doutor, um detalhe, eu não achei o rojão no chão. Assim que eu cheguei na manifestação, o rojão me foi entregue. Falaram que era um sinalizador e eu, junto com o Caio, acendemos’.”

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) do Rio informou que autorizou que Caio Silva de Souza fosse ouvido pelos policiais no presídio.

Cronologia morte do cinegrafista da Band e prisão do suspeito Caio (Foto: Editoria de Arte)

Relatório do inquérito entregue ao MP sobre a morte do cinegrafista Santiago Andrade (Foto: Reprodução / Polícia Civil)
Íntegra do inquérito tem 175 páginas (Foto: Reprodução)

 Foto: Reprodução

 

>Do Globo.com 
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Sex, 14 de Fev. de 2014 -21h14m)


Deprecated: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/orobofm/public_html/wp-includes/functions.php on line 5523

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale Conosco

Share on facebook
Share on whatsapp

Telefones Úteis

  • OROBÓ FM  81 3656 1264
  • ABRIGO SÃO FRANCISCO de ASSIS 81 3656 1594 / 81 9678 7378 (TIM)
  • BANCO do BRASIL  81 3656 1144
  • CÂMARA MUNICIPAL 81 3656 1143
  • CELPE (Companhia Energética de PE) 81 3621 1279 (Carpina)
  • COMPESA (Companhia de Água e Esgoto de PE) 81 3656 1162
  • COMSEF (Comunidade Semeando o Futuro) 81 3656 1399
  • CONSELHO TUTELAR 813656 1206
  • CORREIOS (Empresa de Correios e Telégrafos) 81 3656 1135
  • DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) 81 3638 1194 (Bom Jardim)
  • DELEGACIA (PC) 81 3656 1190
  • DESTACAMENTO (PM) 81 9513 3884
  • ESCOLA ABÍLIO de SOUZA BARBOSA 81 3656 1499
  • ESCOLA PROFESSORA RITA MARIA DA CONCEIÇÃO 81 3656 1578
  • HOSPITAL SEVERINO TÁVORA 81 3656 1124
  • PARÓQUIA NOSSA SENHORA da CONCEIÇÃO 81 3656 1226
  • PREFEITURA 81 3656 1156
  • SECRETARIA de SAÚDE 81 3656 1177