Rodoviários fazem greve por tempo indeterminado no Grande Recife a partir desta terça

Usuários do transporte público no Grande Recife devem passar por momentos ainda mais complicados às vésperas do Natal. Está prevista para começar à 0h desta terça-feira (22), sem previsão para acabar, a greve dos rodoviários.

Entre os motivos para a greve, está a dupla função exercida por motoristas de ônibus. A mobilização ocorre quatro dias após a suspensão da portaria 167/2020 do Grande Recife Consórcio de Transporte, que vedava o acúmulo de funções de motorista e cobrador nos ônibus, conforme publicação no Diário Oficial do Estado.

Além disso, também está suspensa a Lei Municipal 18.761/2020 que a motivou, em decorrência de uma decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e do entendimento da Procuradoria Geral do Estado (PGE) de que a lei é inconstitucional e não se aplica ao sistema metropolitano de transporte.

Em nota, o Urbana-PE, sindicato das empresas de ônibus, classificou a greve como ilegal e disse que tomará todas as medidas cabíveis para evitar os transtornos.

Autor do projeto de lei que originou a legislação, o vereador do Recife Ivan Moraes ressaltou que os beneficiados com ela não serão apenas motoristas e cobradores, mas os usuários também.

“A greve dos rodoviários é exclusivamente responsabilidade dos donos das empresas de ônibus que se recusam a cumprir uma lei aprovada pela Câmara e sancionada pela Prefeitura. Os empresários de ônibus terão que assumir todo o ônus dos transtornos que vão causar por conta da greve”, acrescentou.

Também por meio de nota, o Grande Recife Consórcio de Transporte informa que notificou os sindicatos das empresas de ônibus e dos rodoviários para cumprimento da Lei de Greve, com a manutenção da operação dos serviços de transporte coletivo como atividade essencial, (70% no horário de pico e 50% no fora pico), considerando, também, a continuidade de estado de calamidade pública decorrente da epidemia do Covid-19. 

Equipes de fiscalização do Consórcio vão acompanhar a saída da frota das garagens, além disso será monitorado o percentual de veículos em circulação para que a programação estabelecida seja cumprida. Para os horários das 5h às 9h e das 16h às 20h, devem ser colocados em circulação 1.695 ônibus. Nos demais horários, a frota programada deve ser de 1.211 veículos nas ruas.

O Consórcio esclarece que solicitou que as empresas operadoras priorizem as linhas de maior demanda dos principais corredores de ônibus e de terminais integrados. 

Metrô
A CBTU Recife divulgou que, nesta terça-feira e enquanto durar a greve dos rodoviários, o horário de pico do Metrô será ampliado em uma hora, tanto pela manhã quanto no final do dia. Assim, pela manhã o horário de pico se estenderá até as 9h30 e no final do dia, até 21h.

A medida visa a beneficiar os passageiros, proporcionando mais viagens de trens, para facilitar o deslocamento na Região Metropolitana. “Lembramos que os horários de pico do sistema são os que têm maior número de passageiros transportados e, por isso, maior quantidade de trens em operação”, diz a CBTU.

Foto: Paullo Allmeida/ Folha de PE
>Da Folha de PE

>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Terça, 22 de Dezembro de 2020 -06h18m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>