Náutico joga mal e perde por 1×0 para o Cuiabá

Um Náutico nada inspirado encontrou pela frente o líder da Série B do Campeonato Brasileiro 2020, o Cuiabá, na Arena Pantanal. Com um jogo sólido e sem sofrer sustos, os mandantes venceram com tranquilidade (mesmo com placar magro) o Timbu, por 1×0, nesta terça (29), pela 12ª rodada da competição. Com o resultado, a equipe do técnico Marcelo Chamusca permanece no topo da tabela. Já o Timbu, de Gilson Kleina, caiu para a 12ª posição.

Sem Jean Carlos, o técnico Gilson Kleina apostou em um esquema mais ofensivo, acionando Dadá Belmonte entre os titulares e abdicando do sistema do 4-4-2 para utilizar o 4-3-3. A outra novidade no time foi a entrada de Djavan na vaga de Jhonnatan.

“Vamos bater em gol” foi uma das instruções gritadas por Kleina no banco de reservas. Isso porque o Náutico, mesmo com mais posse de bola nos primeiros 15 minutos, não transformava o volume em chances efetivas. Já o Cuiabá quase marcou após desvio de Jenison em cobrança de falta. Jefferson se esticou para defender – minutos antes, o goleiro quase cometeu uma falha ao demorar para chutar uma bola na saída de jogo.

A ordem do treinador alvirrubro não foi atendida. O efeito disso foi um Náutico nada produtivo e um Cuiabá sempre mais próximo de balançar as redes. Na melhor das chances da primeira etapa, o cruzamento de Lucas Ramon achou Maxwell. Lombardi salvou o que seria o gol dos mandantes.

Além de não criar, o Náutico manteve um de seus maiores problemas na temporada: a saída de bola. Exemplo disso foi Lombardi, que ao ser apertado, entregou um escanteio de graça ao Cuiabá. Na sequência do lance, Jenison subiu mais do que Rafael Ribeiro para testar firme e fazer 1×0 na Arena Pantanal.

Desorganizado, o Náutico sequer esboçou uma reação para mudar o cenário do jogo. Atrás, Jefferson ia empilhando boas defesas para não deixar a desvantagem ainda maior. Nessa altura, o empate já seria um resultado satisfatório aos pernambucanos, mas pouco crível pela performance em campo. E não houve milagre para evitar mais um tropeço do Timbu na Segundona. 

– FICHA TÉCNICA:

-Cuiabá 1
João Carlos; Lucas Ramon, Everton Sena, Luiz Gustavo e Hayner; Matheus Barbosa, Rafael Gava, Felipe Ferreira (Yago) e Elvis (Marino); Jenison (Elton) e Maxwell (Felipe Marques). Técnico: Marcelo Chamusca.

-Náutico 0 
Jefferson; Hereda, Rafael Ribeiro, Fernando Lombardi e Wilian Simões; Rhaldney (Josa), Djavan (Matheus Trindade) e Jorge Henrique (Thiago); Erick (Junior Britez), Dadá Belmonte (Salatiel) e Paiva. Técnico: Gilson Kleina.
-Gol
Jenison (aos 15 do 2ºT).
-Cartões amarelos
Maxwell, Hayner (C); Paiva, Josa (N).
-Árbitro
Charly Wendy Straub Deretti (SC).
-Assistentes
Éder Alexandre e Clair Dapper (ambos de SC).
-Local
Arena Pantanal (Cuiabá/MT).

– MELHORES MOMENTOS:

– PRÓXIMOS JOGOS:

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B

13ª Rodada
->SÁBADO (03 de OUTUBRO)

-16h -Aflitos (Recife)
>Náutico x Confiança

14ª Rodada
->TERÇA (06 de OUTUBRO)

-19h15 -Durival Britto (Coritiba)
>Paraná x Náutico


>Da Folha de PE e Show de Bola da Orobó FM
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Quarta, 30 de Setembro de 2020 -00h44m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>