Liverpool encerra jejum de 30 anos e conquista o Campeonato Inglês

Fazia 30 anos que o torcedor do Liverpool esperava para comemorar de novo um título do Campeonato Inglês. Como se isso não fosse suficiente, uma pandemia interrompeu o futebol na Inglaterra por mais de três meses quando o time já estava bem perto da taça, gerando ansiedade para quem aguardava pelo fim do jejum. Nesta quinta (25), ainda que fora de campo, a equipe do técnico Jürgen Klopp enfim pode comemorar.

Após golear o Crystal Palace por 4×0 na quarta (23) e o Chelsea vencer o Manchester City por 2×1 nesta quinta, o Liverpool encerrou o período de três décadas de seca na competição nacional. Com 86 pontos em 31 rodadas, o time não poderá mais ser alcançado pelos comandados de Pep Guardiola nos sete jogos restantes.

O próximo, inclusive, será um confronto direto entre campeão e vice-líder, na próxima quinta (2), em Manchester.

Essa é a primeira taça do clube na história da Premier League, formato que entrou em vigor na temporada 1992/1993 e o 18ª na história do Inglês (agora está a um dos 20 do Manchester United).

O título premia uma campanha irrepreensível do Liverpool, que perdeu apenas uma partida até confirmar a conquista.

Durante 27 rodadas, com 26 vitórias e um empate, o time alimentou a esperança de repetir o Arsenal da temporada 2003/2004 e se sagrar campeão de forma invicta.

Mas faltou combinar essa intenção com o Watford, que venceu o então imbatível Liverpool por 3 a 0 na 28ª rodada e pôs fim à sequência de invencibilidade que já durava 44 partidas, somando também jogos da temporada 2018/2019.

Terminar a liga sem derrotas parecia ser a fórmula a ser seguida depois da frustração no Campeonato Inglês anterior, quando ficou com o vice-campeonato, apenas um ponto atrás do Manchester City.

O Liverpool, que somou 97 pontos e teve somente uma derrota, teria sido campeão em 25 das 26 edições da Premier League até então. Contudo, não foi necessária uma campanha perfeita para levantar a taça tão esperada pelo torcedor há 30 anos.

O time se aproveitou da irregularidade do City e disparou cedo na ponta da tabela. Quando o torneio foi interrompido pela pandemia, o Liverpool já tinha 25 pontos de vantagem na ponta.

Além do fim do jejum, o título mantém o clube em uma sequência de conquistas importantes sob o comando de Jürgen Klopp. Desde a temporada passada, a equipe faturou a Champions League, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes.


Foto: Twitter/ Liverpool
>Da Folha de PE
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Quinta, 25 de Junho de 2020 -19h50m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>