Santa vence o Decisão e se classifica em primeiro

Na partida que pode ter sido a última do Campeonato Pernambucano pelos próximos dias, o Santa Cruz recebeu o Decisão, na tarde deste domingo (15), em um Arruda diferente. De portões fechados, o que ecoava não eram os gritos da fanática torcida coral, mas o real som do jogo – instruções dos treinadores, conversas entre atletas e o apito da arbitragem. Líder isolado e invicto no Estadual, o Tricolor venceu mais uma, triunfando por 2×1, com gols de André e Fabiano. O Decisão descontou com Aruá. Todos os gols saíram ainda no primeiro tempo.

Com o resultado, o Santa foi a 22 pontos e assegurou a classificação à próxima fase como primeiro colocado, já que o Salgueiro, segundo, soma 16 e não tem mais como alcançar o Tricolor. O Decisão, por sua vez, segue com apenas quatro pontos, na vice-lanterna do certame. A partida encerrou a oitava das nove rodadas previstas pela primeira fase do Estadual.

Superior tecnicamente, o Santa teve maior controle da bola e foi quem criou as melhores oportunidades na partida, que não teve lá grandes emoções. Vivendo momento favorável, Jeremias foi responsável por abrir o placar, aos 20 minutos de jogo. O lance começou em uma reposição rápida de bola do goleiro Maycon Cleiton, com lançamento preciso de longa distância para Chiquinho, que dominou e tocou para Jeremias ajeitar e mandar para as redes.

O Decisão tentou responder com Pedro Maycon e Rafael Silva, mas Maycon Cleiton apareceu bem. O empate dos visitantes saiu apenas aos 41, quando Felipe Almeida fez um passe preciso e deixou Aruá tranquilo para marcar na saída do defensor coral. A igualdade, porém, não durou muito. Quatro minutos depois, Jeremias, após deixar a sua marca, serviu de garçom, cruzando a bola na medida para Fabiano, que subiu mais do que a zaga e colocou o time coral novamente em vantagem.

À frente no placar, o Tricolor desacelerou mais na segunda metade partida, sobretudo após os 15 minutos. Foi quando o Decisão começou a trabalhar mais no campo ofensivo, porém sem muita efetividade. O jogo acabou ficando mais lento na etapa complementar, com as melhores chances saindo somente nos minutos finais. Felipe Almeida encaixou outro grande passe, mas Jonathan não conseguiu dominar e perdeu a chance do empate. Já Chiquinho deu dois presentes a Pipico. No primeiro lance, o artilheiro driblou dois marcadores e arrematou para grande defensa de Henrique. No segundo, o goleiro saiu para abafar a jogada e Pipico tentou encobri-lo, mas errou a dose na cavadinha e perdeu a bola.

– FICHA TÉCNICA:

-Santa Cruz 2
Maycon Cleiton; Júnior, William Alves, Feliphe Gabriel e Fabiano; Chiquinho, André (Tinga), Didira e Jeremias; Patrick (Bileu) e Pipico. Técnico: Itamar Schülle.
-Decisão 1
Henrique; Victor Sorriso, Rafael Silva, Raykar e Weslley; Felipe Almeida Vágner Rosa, Aruá e Esquerdinha; Luan (Madson) e Pedro Maycon (Jonathan Bryan). Técnico: Nílson Correa.
-Gols
Jeremias (SC) (aos 20’ do 1ºT), Aruá (D) (aos 41’ do 1ºT) e Fabiano (SC) (aos 45’ do 2ºT).
-Cartões amarelos
André, Junior e Tinga (SC); Rafael e Vágner Rosa (D).
-Cartões vermelhos
Rayzar e Nilson (D).
-Árbitro
Gleydson Ferreira Leite.
-Assistentes
Fernando Antonio da Silva Junior e Matheus Valentim da Silva.
-Local
Arruda (Recife/PE).

>Da Folha de PE e Show de Bola da Orobó FM
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Domingo, 15 de Março de 2020 -19h08m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>