Sobe para 37 o número de casos confirmados de sarampo em Pernambuco

Sobe para 37 o número de casos confirmados de sarampo em Pernambuco. O aumento das notificações foi divulgado na manhã desta quarta-feira (9) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE).

De janeiro até o dia 28 de setembro deste ano, foram notificados 799 casos suspeitos. Desses, 37 foram confirmados, 284 descartados e os demais estão em investigação. Dos casos confirmados, três são na capital do Estado e um é em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife; e o restante é no Agreste: seis em Caruaru, 14 em Taquaritinga do Norte, um em Frei Miguelinho, três em Santa Cruz do Capibaribe, cinco em Vertentes, um em Bezerros e três casos em Toritama.

O aumento no número de confirmações aconteceu em um intervalo de oito dias. Segundo o levantamento divulgado no início deste mês pela SES, até o dia 20 de setembro, haviam sido registradas 731 suspeitas da doença, sendo 242 casos descartados e 23 confirmados. Destes, três em Recife, e o restante no Agreste, sendo seis em Caruaru, nove em Taquaritinga do Norte, um em Frei Miguelinho, um em Santa Cruz do Capibaribe, um em Vertentes, um em Bezerros e um caso em Toritama.

“Todos os casos confirmados até o momento são antigos. Trata-se de pessoas que adoeceram entre os meses de julho e agosto”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Vacinação
Ainda de acordo com a SES, até o dia 4 deste mês, 507.814 pessoas foram vacinadas com a tríplice viral em Pernambuco, sendo 215.986 doses em crianças de 6 meses a 4 anos, o que corresponde a 98% do público-alvo.

A campanha de vacinação contra o sarampo segue até o dia 25 deste mês para crianças entre 6 meses e 4 anos que ainda não iniciaram ou não finalizaram o esquema vacinal. Já no dia 19 também deste mês, será realizado, em todo o País, o Dia D de Vacinação ainda para esse público.

“Os meninos e meninas dessa faixa etária que já estão com a caderneta de vacinação em dia não precisam comparecer aos postos de saúde. Mas, na dúvida, o importante é que os pais compareçam aos postos com seus filhos para que a caderneta seja analisada por um profissional e a criança fique protegida também contra outras doenças além do sarampo”, destaca André Longo.

Segundo a superintendente de Imunização da SES-PE, Ana Catarina de Melo, apesar de o Estado já ter atingido a meta mínima de vacinação da primeira dose da tríplice viral em crianças de 12 meses, o índice não foi atingido no conjunto de municípios da I e VIII Gerências Regionais de Saúde com sede, respectivamente na capital, Recife, e em Petrolina, no Sertão.

“Essas são áreas populosas e que contam com grande circulação de turistas o tempo todo. Por isso, a importância de intensificar as ações e fazer busca ativa para evitar grande número de crianças desprotegidas”, pontua Ana Catarina.

“Também precisamos lembrar da importância da segunda dose, já que, até o momento, somente o município de Palmares e Salgueiro conseguiram atingir a meta mínima de 95%”, finaliza. Em todo o Estado, a média atual é de 74,5% de vacinação da segunda dose.

Foto: GEORGE FREY/ GETTY IMAGES NORTH AMERICA/ AFP
>Da Folha de PE
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Terça, 09 de Outubro de 2019 -12h18m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>