Bebidas alcoólicas associadas a medicamentos é prejudicial ao fígado

Carnaval é um período que muita gente aproveita para extravasar e esquece da frase “beber com moderação”. Nos cinco dias da festa de momo, o folião costuma aumentar o consumo de bebidas alcoólicas. O risco é a mistura do álcool com remédios analgésicos, antiácidos, energéticos, dentre outros para aguentar os dias da folia.

Coordenadora do curso de Farmácia na Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), Flávia Moraes, alerta que nesse período de Carnaval, a medicação associada ao álcool é muito comum, mas deve ser evitada. “Praticamente tudo que ingerimos passa pelo fígado; o uso de medicamentos associados às bebidas alcoólicas vai gerar uma sobrecarga ao órgão”. 

“Alguns remédios, como os anti-inflamatórios, irritam a mucosa gástrica. O folião que não modera no consumo das bebidas, estará prejudicando o fígado que sofrerá pra metabolizar, podendo chegar a causar uma hemorragia gastro intestinal”, alerta. 

Às mulheres que fazem o uso do anticoncepcional é necessário ficar em alerta, uma vez que o uso do medicamento associado às bebidas e aos conhecidos “kits anti-ressaca”, podem reduzir o efeito hormonal do contraceptivo. 

O uso de energéticos misturados às bebidas alcoólicas também não é recomendado. 
A dica ideal para o folião brincar todos os dias com saúde é que ele se prepare antes. 
Fazer a ingestão de vitaminas do complexo B, como as vitaminas B1 e B6, que são hepatoprotetoras (protetor do fígado). Flávia ainda ressalta que é importante se hidratar, antes, durante e após a folia e realizar uma alimentação leve.

Foto: Pixabay
>Da Folha de PE

>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Quinta, 28 de Fevereiro de 2019 -07h10m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>