Depois de sete jogos, Milton Cruz pede demissão e deixa Sport

Durou pouco a passagem de Milton Cruz pelo Sport. Exatamente dois meses depois de ser confirmado e um mês e meio depois de começar a trabalhar efetivamente no clube, o treinador pediu demissão e está de saída da Ilha do Retiro. O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira em um comunicado pelo site oficial do Leão, que deixou claro que o pedido partiu do técnico.

As duas partes concederão uma entrevista coletiva nesta terça à tarde para explicar maiores detalhes. A entrevista acontecerá no Centro de Treinamento do Sport com treinador e diretoria juntos, o que dá a entender que a saída foi amigável.

Milton Cruz comandou o Sport em sete partidas em 2019. Estreou com uma derrota em casa para o Flamengo de Arcoverde, mas depois emendou quatro vitórias seguidas contra Vitória, Náutico, América-PE e Petrolina. Todas pelo pelo Campeonato Pernambucano. E não resistiu aos dois últimos tropeços. Na quarta-feira, perdeu por 3 a 0 para o Tombense-MG e saiu da Copa do Brasil na primeira fase. E no domingo foi derrotado por 1 a 0 pelo Santa Cruz.

O treinador vinha sendo muito criticado pela torcida e no jogo do último domingo, contra o Santa Cruz, chegou a ser chamado de “burro” pelos torcedores que estiveram no Arruda quando sacou o atacante Ezequiel do time para a entrada de Alisson Farias. A grande cobrança era pela utilização de três volantes na equipe mesmo com o placar em desvantagem. O fato aconteceu tanto contra o Tricolor, quanto contra o Tombense-MG. O treinador inclusive se defendeu das críticas, mas resolveu pedir as contas.

De acordo com o que foi apurado pelo GloboEsporte.com, a decisão de Milton Cruz saiu depois de uma série de reuniões durante o dia. Algumas com cobranças por parte da diretoria, que não tinha em mente demitir o treinador neste momento e foi pega de surpresa com a decisão.

Além de Milton, também deixam o clube o auxiliar técnico Ivan Izzo e o preparador físico José Mário Campeiz.

Em entrevista ao GloboEsporte.com durante a tarde desta segunda-feira, o diretor de futebol Wanderson Lacerda havia reforçado a confiança da diretoria no trabalho de Milton Cruz. Ele confirmou que os dirigentes se reuniriam, mas garantiu que a saída do treinador não estava na pauta.

O Sport agora corre atrás de um novo treinador. Como foi pega de surpresa, a diretoria ainda não tem contatos feitos, mas já começou o trabalho para levantar nomes e a tendência é que nesta terça-feira inicie a busca efetiva pelo substituto de Milton Cruz. Neste momento, o ex-zagueiro do clube, César Lucena, assume a equipe interinamente. Ele está na comissão técnica há dois anos e já comandou a equipe em treinos, mas ainda não dirigiu em jogos.

Milton Cruz teve participação efetiva na montagem do elenco do Sport. Ele atuou junto com os diretores de futebol desde o início na indicação de atletas e no contato com eles para que aceitassem a proposta. Dos 15 reforços do Leão, três trabalharam com ele no ano passado no Figueirense. São eles o zagueiro Cleberson, o lateral-esquerdo Guilherme Lazaroni e o atacante Elton.

Foto: Marlon Costa/ Pernambuco Press
>Do GloboEsporte.com e Show de Bola da Orobó FM
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Terça, 19 de Fevereiro de 2019 -00h14m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>