O que era isto Fafá?

Conhecida do carnaval Pernambucano, Fafá de Belém encerrou o show dela, no Marco Zero, no segundo dia da folia de Momo, pedindo respeito à diversidade e às mulheres. O tema foi frequente ao longo do desfile Galo da Madrugada e nas ladeiras de Olinda. “Esse carnaval representa a diversidade de gênero e o livre-arbítrio de toda mulher”, disse ela, depois de cantar “Madeira que cupim não rói”, de Capiba. 

Fafá estava vestida de amarelo e plumas. Uma fantasia pra lá de estranha. Para não dizer muito feia. Ela encerrou a apresentação cantando uma música de Lulu Santos “Toda forma de amor”. “E a gente vive junto, e a gente se dá bem, não desejamos mal a quase ninguém. E a gente vai à luta. E conhece a dor. Consideramos justa toda forma de amor”, diz um trecho da letra.

>Do Diario de PE
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Domingo, 11 de Fevereiro de 2018 -12h03m) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>