Festa de 40 anos do Galo da Madrugada arrasta multidão no Centro do Recife

Celebrando 40 anos de fundação, o Clube de Máscaras Galo da Madrugadatomou conta do Centro do Recife, neste Sábado de Zé Pereira (10). Com mais de 30 trios elétricos, o maior bloco de rua do planeta, segundo o Guiness Book, reuniu na capital pernambucana mais de dois milhões de pessoas, de acordo com os organizadores.

Com o tema “Galo 40 anos: promovendo o folclore e a cultura de Pernambuco”, o desfile começou por volta das 9h, logo depois do café da manhã. Presidente do bloco, Rômulo Meneses falou sobre a importância da agremiação para a cultura do estado.

Trios elétricos arrastaram multidão pelas ruas do Centro do Recife, durante o desfile do Galo da Madrugada, neste sábado de Zé Pereira (10) (Foto: Pedro Alves/G1 PE)

Trios elétricos arrastaram multidão pelas ruas do Centro do Recife, durante o desfile do Galo da Madrugada, neste sábado de Zé Pereira (10)
Foto: Pedro Alves/ G1 PE

“O Galo é muito importante para a manutenção do carnaval de rua do Recife. Chegamos aos 40 anos, com 41 desfiles, sem perder a originalidade e sempre representando o nosso povo”, disse.

Apesar de o tempo fechado durante a abertura oficial do carnaval da capital, na sexta-feira (9), o folião teve que enfrentar o sol escaldante durante o desfile do clube de máscaras.

Um dos homenageados do 40º desfile do Galo da Madrugada foi o jornalista Francisco José, da TV Globo (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

Um dos homenageados do 40º desfile do Galo da Madrugada
foi o jornalista Francisco José, da TV Globo
Foto: Aldo Carneiro/ Pernambuco Press

Um dos homenageados pelo Galo da Madrugada em 2018, o jornalista da TV Globo Francisco José comentou a importância da homenagem. “Vi o Galo desde o primeiro desfile, com poucas pessoas, no bairro de São José. É uma honra poder mostrar esse bloco que tanto admiro”, disse.

Foliões celebram 40 anos do Galo da Madrugada, no Recife

Foliões celebram 40 anos do Galo da Madrugada, no Recife

Famosos

Com mais de nove horas ininterruptas de desfile, o Galo reuniu famososcomo Gaby Amarantos, Elba Ramalho, Luiza Possi, além da homenageada do carnaval do Recife em 2018, Nena Queiroga. 

Na Praça Sérgio Loreto, local da sede do Clube de Máscaras, ocorreram os tradicionais duetos, que reuniram dezenas de cantores locais e nacionais. A cantora Vanessa da Mata, que foi recebida pelos clarins do frevo, cantou com o Maestro Spok e celebrou o aniversário neste sábado.

Vanessa da Mata e Maestro Spok fazem dueto no Galo da Madrugada (Foto: Rafael Medeiros/G1)

Vanessa da Mata e Maestro Spok fazem dueto no Galo da Madrugada
Foto: Rafael Medeiros/ G1

“O carnaval tem essa catarse de jogar fora o ano anterior e, finalmente, começar o novo. Eu celebro a vida no carnaval”, ressaltou Vanessa da Mata.

Uma das apresentações mais celebradas foi a da cantora pernambucana Michelle Melo, um dos principais ícones do brega no estado. Emocionada, a “Madonna do Brega” comemorou a conquista de ter o ritmo reconhecido como expressão cultural. 

Madonna do brega, Michelle Melo se apresenta pela segunda vez no Galo da Madrugada (Foto: Pedro Alves/G1)

Madonna do brega, Michelle Melo se apresenta pela segunda vez
no Galo da Madrugada
Foto: Pedro Alves/ G1

“Eu finalmente posso dizer ‘obrigado, Deus’. Sem os fãs, que acreditaram em mim, mais do que eu mesma acreditei, isso não seria possível. Já estou no meu segundo desfile do Galo, mas, pela primeira vez, num dueto, com a banda Asas da América. Me arrepio para falar. É muita emoção”, afirmou. 

Gaby Amarantos participa pela quinta vez do Galo da Madrugada, em 2018 (Foto: Pedro Alves/G1)

Gaby Amarantos participa pela quinta vez do Galo da Madrugada, em 2018
Foto: Pedro Alves/ G1

Pela quinta vez participando do Galo da Madrugada, a cantora paraense Gaby Amarantos finalizou uma de suas apresentações com um discurso contra o assédio sexual no carnaval. Antes de cantar a música “Frevo Mulher”, ela fez um apelo que todo ano é repetido durante a folia. “Minha gente, se uma mulher diz não, é não. Vamos acabar com isso. Respeitem as minas!”, disse.

Desfile do Galo da Madrugada em 2018 entrou para a história do clube de máscaras (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>