EUA orienta funcionários a não caminhar em praia do Recife por risco de crime

O Departamento de Estado dos Estados Unidos emitiu um alerta em que proíbe funcionários do governo americano de caminhar na praia do Pina, na Zona Sul do Recife, após o anoitecer. O impedimento corresponde a faixa de areia desde a Rua Dona Benvinda de Farias até o bairro de Brasília Teimosa.

O comunicado foi publicado no site da instituição. Ao classificar o Brasil em nível dois de cuidado, numa escala de quatro níveis, ele ainda pontua outras três orientações referentes ao país. A justificativa dada no texto é que algumas áreas aumentaram o risco de crimes.

Em nota, a assessoria de imprensa do Consulado Geral dos Estados Unidos em Recife explicou que o sistema de avisos consulares traz informações de viagens já existentes anteriormente em avisos, alertas e mensagens de emergência e segurança.

“Consideramos muitos fatores para determinar o nível de aviso de viagem para cada país. A informação utilizada para formular avisos de viagem é coletada de várias fontes, incluindo estatísticas da criminalidade e outras informações disponíveis publicamente”, disse em nota.

No texto, o consulado apontou ainda que o “aviso de viagem pertencente à praia do Pina no Recife é uma orientação para o pessoal do governo dos EUA para a área de areia de praia do Pina, depois do anoitecer”.

Comunidado do Departamento de Estado dos Estados Unidos sobre áreas de risco no Brasil foi publicado na quarta-feira (10) (Foto: Reprodução/Departamento de Estado dos Estados Unidos)

Comunidado do Departamento de Estado dos Estados Unidos sobre áreas de risco no Brasil foi publicado na quarta-feira (10)
Foto: Reprodução/ Departamento de Estado dos Estados Unidos

Procurada pelo G1, a Secretaria de Defesa Social (SDS) afirmou que a área recebe atenção do efetivo. Segundo a pasta, o trecho é policiado pelo 19º Batalhão de Polícia Militar, que realiza patrulhamento a pé e motorizado, com guarnições fixas e volantes, além de contar com o apoio do Batalhão de Choque, da Radiopatrulha e de outras especializadas.

“A área não é uma região característica de crimes violentos. A redução da criminalidade traduz-se nos números: em janeiro de 2018, o bairro do Pina registrou 9 crimes contra o patrimônio, contra 25 no mesmo período de 2017 – uma queda de 64%”, informou.

Outro aviso

Em março de 2017, o Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife emitiu uma mensagem de segurança para os cidadãos americanos que estavam em Pernambuco. No texto, a entidade recomendava que ficassem alertas aos constantes assaltos a ônibus no estado.

Foto Destacada: Vanessa Bahé/ G1
>Do G1 PE
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Sexta, 12 de Janeiro de 2018 -15h41m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>