9 coisas que você não sabe sobre cães e gatos

Gatos podem amar demais, cães não abanam o rabo quando recém-nascidos. Aumente seu conhecimento “gatístico” e “cachorrístico” e saia por aí, mostrando todo seu expertise…

Humanos podem deixar os pets doentes

Não é comum, mas acontece. A gripe “suína”, causada pelo vírus H1N1 pode ser transmitida do tutor para seus gatos, cães e ferrets. Alguns animais, inclusive, já morreram em decorrência. A dica dos veterinários é lavar as mãos frequentemente e dormir em camas separadas quando o tutor estiver doente. Pessoas e cães também podem compartilhar cepas da bactéria E. coli. E a superbactéria MRSA pode se mover de humanos para cães e vice-versa.

Cães detectam hipoglicemia

Pode parecer um episódio do antigo seriado Lassie, mas é verdade. Cães conseguem farejar quedas perigosas nos níveis de açúcar no sangue de seus tutores diabéticos e alertar a pessoa para voltar a si, seja com as patinhas, com lambidas ou latidos. Alguns, inclusive, recebem treinamento e tornam-se cães de serviço para diabéticos. O faro para hipoglicemia tem 90% de acurácia.

Gatos podem amar demais

Especialistas em comportamento confirmam: alguns gatos sofrem de ansiedade da separação, quando longe de seu humano favorito, e pode ser por isso que ele faz xixi nas suas roupas quando você não está em casa. Outros sinais: o gato para, vocaliza ou bloqueia o caminho do tutor até a porta de saída. Deixado sozinho, pode vomitar ou se recusar a comer. Para gatos que amam demais, terapia comportamental com medicamentos anti-ansiedade podem ajudar.

Cães podem aprender 250 palavras

Os cães mais espertos e treinados são semelhantes a uma criança de 2 anos em sua habilidade de compreender a fala humana. Eles chegam a entender 250 palavras. Em média, os cães compreendem 150 vocábulos. Os cachorros mais espertos nesse quesito são border collie, poodle, pastor alemão, golden retriever e pincher. Os menos são borzoi, chow chow, buldogue, basenji e afghan hound. Bem, mas o importante é ter saúde…

Gatos brancos geralmente são surdos

Eles geralmente são surdos de um ouvido ou dos dois. Os mais afetados são os de olhos azuis. Quando apenas um olho é claro, provavelmente ele é surdo apenas desse lado.

O olfato do gato fica na boca

Os gatos têm uma pequena glândula olfativa na raiz da boca, chamada órgão vomeronasal. Para cheirar algo MUIIIIITO BOM, como a urina ou as partes íntimas outro gato, eles abrirão bem a boca. Esse comportamento aparentemente de ferocidade chamado-se de reação de Flehmen, e, muitas vezes, é visto em machos que observam fêmeas no cio.

Filhotes não abanam o rabo

Cachorrinhos não abanam os rabinhos antes de 3 ou até 7 semanas de vida. Eles até provavelmente são capazes de fazer isso, mas estão muito ocupados dormindo e comendo para se incomodarem. À medida que se tornam mais alertas, o abanar do rabo começa a ser visto como um tipo de sinal de linguagem. Quase nunca um cão abana o rabo quando está só.

Gatos não precisam de leite

A não ser, o leite da própria mãe. Oferecer leite de vaca a um gato o fará ter diarreia, pois ele não tem muita lactase, a enzima necessária para digerir o açúcar lactose do leite.

Cães podem se apaixonar 

A antropóloga Elizabeth Marshall Thomas garante que sim. Ela mesma documentou uma história de amor entre os cães Sundog e Bean no livro A vida social dos cães. De acordo com a especialista, poucos desenvolvem as relações porque são mantidos em cativeiro, como pets, “nascem para fazer o que queremos, e não o que querem”.

Reprodução/ Internet
>Do Diario de PE

>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Quarta, 11 de Outubro de 2017 -19h12m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>