Prédio caixão desaba em Jardim Fragoso, Olinda

Parte de um prédio desabou em Jardim Fragoso, Olinda. Ninguém ficou ferido, mas todos os moradores tiveram que deixar suas residências às pressas – eram dez famílias, incluindo quatro crianças. A área foi isolada. 

Moradores contam que ouviram estalos desde o último sábado (5) e ficaram preocupados. Na quarta (9), uma parte da construção cedeu. O prédio, do tipo caixão, tinha térreo e mais dois andares e se chama Agave. Fica em uma transversal da rua Martiniano de Barros.

O vigia José Ramos morou por muito tempo no prédio, mas decidiu sair dois anos atrás. “Quando vi a rachadura embaixo dele resolvi alugar uma casa. A gente não vai arriscar uma tragédia pior com a família, né?”, conta. Ele afirma que os moradores haviam tentado improvisar uma solução adicionando concreto à base. “A gente não tinha moradia, aí encontrou esse prédio e invadiu para morar”, afirma. “Quando chove isso aqui fica com um metro de altura de água na parede. A escada some quando enche de água. A gente sabe que isso aqui era área de maré. Acho que o terreno não é adequado para um prédio de uma altura dessas”, comenta.

“A vizinha que mora no andar que ficou todo esbagaçado ouviu estalos e deu o alerta para a gente. Aí a sala de todo mundo começou a rachar na mesma mediação, por dentro e por fora. Nem todo mundo conseguiu tirar suas coisas. Ninguém mora em prédio invadido porque quer, é porque tá precisando não. É bom esse aviso, quando ouvir estalo é melhor sair para salvar sua vida”, conta outra moradora do prédio, que não quis se identificar. Ela vivia no local há cinco anos.

O apartamento era dividido entre duas famílias. Uma cadeirante morava na parte de trás. “Se ela estivesse em casa não se salvaria. Ninguém se salvaria”.

Parte de prédio desaba em Jardim Fragoso

Parte de prédio desaba em Jardim Fragoso

Parte de prédio desaba em Jardim Fragoso

Parte de prédio desaba em Jardim Fragoso

Parte de prédio desaba em Jardim Fragoso

Foto: Arthur Mota/ Folha de Pernambuco
>Da Folha de PE

>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Sexta, 11 de Agosto de 2017 -09h08m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>