Filho confirma morte de Teori Zavascki em acidente de avião no Rio de Janeiro

O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato, estava no avião que caiu na tarde desta quinta-feira na Ilha Rasa, perto de Paraty, no Rio de Janeiro, e morreu. A aeronave estava com quatro pessoas a bordo e caiu no mar, por volta das 14h30, a dois quilômetros da cabeceira da pista de pouso. O filho do ministro, o advogado Francisco Zavascki, confirmou o óbito em uma postagem no Facebook às 16h07 desta quinta-feira.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, três pessoas morreram no acidente e os corpos ainda estão presos às ferragens submersas. Por volta das 16h20, Francisco Zavascki havia confirmado que o ministro tinha embarcado na aeronave em uma viagem de férias rumo a cidade Paraty e pediu orações aos amigos.

Segundo informações de moradores das proximidades, no momento do acidente chovia muito no local. O resgate das vítimas está sendo feito pelo Corpo de Bombeiros e 50 militares em três embarcações da Marinha. Barcos pesqueiros também auxiliam no trabalho. Uma pessoa teria sobrevivido ao acidente, mas ainda não foi resgatada.

A informação de que Zavascki estaria na lista de passageiros foi confirmada inicialmente pela própria assessoria da Suprema Corte pouco antes da publicação do filho do ministro. A família está reunida em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

O Supremo Tribunal Federal adiantou que o presidente Michel Temer e a presidente do STF, a ministra Carmén Lúcia, já estão cientes do acidente. Carmém Lúcia havia acabado de chegar a Belo Horizonte quando soube e já está voltado para a sede do STF, em Brasília, para acompanhar as investigações sobre o caso. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, também recebeu a notícia na Suíça.

Acidente aconteceu por volta das 14h30. Foto: Sonia Barcelos/Arquivo pessoal/Reprodução (Acidente aconteceu por volta das 14h30. Foto: Sonia Barcelos/Arquivo pessoal/Reprodução)Acidente aconteceu por volta das 14h30
Foto: Sonia Barcelos/Arquivo pessoal/Reprodução

Acidente
O avião que caiu no litoral sul fluminense, um bimotor, modelo King Air, saiu do Campo de Marte, em São Paulo, rumo a Paraty, por volta das 13h desta quinta-feira. A aeronave pertence a Emiliano Empreendimentos e Participações Hoteleiras. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave estava regular. O certificado era válido até abril de 2022, e a manutenção anual válida até abril de 2017. De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), equipes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronátuicos (Cenipa) já estão no local tentando acessar o interior do avião, que caiu no mar.

Operação Lava Jato
Relator da Lava Jato na Corte, o ministro é o responsável por conduzir os desdobramentos da maior investigação de combate à corrupção no País que implicam autoridades com foro privilegiado e seu gabinete vinha se debruçado nos últimos meses à análise da delação premiada dos 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht, o mais importante acordo celebrado pela operação até aqui e que aguarda a análise do STF para ser homologado.

Até então, o ministro já havia homologado 24 delações premiadas no âmbito da operação que implicam políticos dos principais partidos do País, da base e da oposição do governo federal.

Diario de Pernambuco com agências de notícias

—-

Foto: AFP Photo/Evaristo Sá
>Do Diario de PE
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Quinta, 19 de Janeiro de 2017 -17h38m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>