Derrota traz pressão para o Sport no Nordestão

Perder para o CRB em um mata-mata de Copa do Nordeste é até aceitável dada as dificuldades que a fase final da competição exige. No entanto, a derrota de 2×1 para os alagoanos, nesta quarta-feira, no Rei Pelé, traz certa pressão para o Leão por conta do momento da equipe, que perdeu sua segunda partida seguida. Isso obriga os rubro-negros a demonstrarem algum tipo de reação no segundo jogo do regional. Caso contrário o torcedor ficará ainda mais desconfiado. Lúcio Maranhão e Somália anotaram para os donos da casa, enquanto Lenis marcou o dos leoninos.

A volta entre as duas equipes já será neste sábado, às 18h, na Ilha do Retiro. O CRB tem a vantagem do empate, enquanto que uma vitória normal do Sport dá a classificação para o Leão, com exceção do 2×1, que provoca pênaltis.

Defesa vacilou

Apesar de jogar fora de casa, o Sport teve boas chances para balançar as redes. No primeiro tempo, a marcação forte no meio de campo fez os rubro-negros chegarem com perigo no gramado. Diego Souza, que reestreava com a camisa do clube, era o maestro da equipe deixando os companheiros na cara do gol. Logo no começo do confronto, Lenis perdeu oportunidade clara de abrir o placar.

As chances criadas, contudo, não foram refletidas em gols para os leoninos. Muito porque os atletas do técnico Paulo Roberto Falcão cansaram de perder chances. Os erros de finalização custaram caro para o Sport, que vacilou na defesa e sofreu o gol ainda no primeiro tempo. Lúcio Maranhão aproveitou bobeira da zaga e mandou para o fundo das redes.

A desvantagem fez o Leão diminuir o ritmo, o que equilibrou o jogo com oportunidades para os dois lados. Curiosamente, foi neste momento que o empate ocorreu. Após boa jogada individual, Reinaldo Lenis igualou o duelo entre as duas equipes.
Mas os leoninos voltaram a vacilar na defesa na segunda etapa e sofreram outro gol. Somália tocou de cabeça para colocar os alagoanos em nova vantagem.

Só que diferentemente do primeiro tempo, o Sport não teve forças para reagir. Seja pela continuidade dos erros de finalização ou pela falta de criatividade no meio de campo. Maestro no começo do jogo, Diego Souza ficou mais apagado e viu o Leão sair derrotado na seu retorno ao clube pernambucano.

FICHA DO JOGO:

-CRB
Juliano; Marcos Martins, Gabriel, Jussani e Diego; Olívio, Somália, Bocão e Dakson (Mateus Galdezani); Luidy (Érico Jr.) e Lúcio Maranhão (Neto Baiano). Técnico: Mazola Júnior.
-Sport
Danilo Fernandes; Samuel Xavier (Maicon), Luís Gustavo, Henríquez e Renê; Rithely, Serginho e Diego Souza; Gabriel Xavier (Fábio) (Luiz Antônio), Lenis e Vínicius Araújo. Técnico: Falcão.
-Gols
Lúcio Maranhão (C) aos 11 e Lenis (S) aos 31 minutos do primeiro tempo.
-Cartôes Amarelos
Luidy, Dakson, Mateus Galdezani e Diego (C); Samuel Xavier, Renê (S).
-Árbitro
Pablo Ramon Gonçalves (RN).
-Auxiliares
Leandro Lincon Santos e Francisco Jailson da Silva (ambos do RN).
-Local
Rei Pelé, em Maceió. 

—-

>Do Blog do Torcedor e Show de Bola da Orobó FM
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Quinta, 31 de Março de 2016 -00h19m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>