Rodoviários e patrões entram em acordo

Motoristas, cobradores e fiscais de ônibus ainda tentaram o aumento de 75% no tíquete-alimentação durante a audiência de conciliação, realizada no início da tarde desta terça-feira (16), na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE). No final, acabaram aceitando os 10% que foram fixados, anteriormente, pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). Eles ainda propuseram o alcance de, pelo menos, R$ 250, valor que, segundo o Sindicato dos Rodoviários, é pago aos profissionais que atuam nas mesmas funções em empresas de fretamento. Mas os donos da empresa do setor não aceitaram e a categoria cedeu.

Durante a audiência, os rodoviários decidiram também que não vão buscar recurso no TST, em Brasília. Em compensação, os patrões informaram que não vão considerar os três dias de greve como abusivos e também não vão descontar o valor dos dias que não foram trabalhados. De acordo com o presidente eleito do Sindicato dos Rodoviários, Benilson Custódio, a luta continua na próxima campanha salarial. “Nesta campanha, a gente não conseguiu o que queríamos, mas não vamos desistir de lutar na próxima campanha salarial”, revelou Custódio.

Já o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE), Fernando Bandeira, informou que o encontro desta terça foi considerado positivo. “O encontro foi positivo e tudo que havia sido acertado pela esfera judicial se manteve. A população pode ficar tranquila que entramos em acordo e não haverá mais paralisação dos rodoviários”, declarou Bandeira.

A reunião, que foi pacífica, começou ao meio-dia e durou apenas 40 minutos. Ficou acertado que os rodoviários da Região Metropolitana do Recife ganhem R$ 188,32, após reajuste de 10% em tíquete-alimentação. Antes, esse valor era de R$ 171,20. O julgamento da quinta-feira (18) será apenas para oficializar as decisões da audiência de conciliação desta terça.

>Da Folha de PE
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Terça, 16 de Setembro de 2014 -15h20m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>