Seu cachorro dorme muito ou pouco? Tire suas dúvidas sobre o sono dos cães

O sono é o período de repouso para o corpo e a mente, portanto, assim como seus donos, os cães também precisam dormir boas horas para recarregar as energias. Cachorros costumam dormir, no mínimo, 10 horas diárias, além dos cochilos que podem durar em torno de 30 minutos. E são diversos os fatores que podem influenciar na quantidade de horas que seu cachorro dorme.

Ambientes mais silenciosos e escuros são muito mais atraentes. O clima quente também pode fazer os cães gastarem mais energia e, assim, buscarem mais repouso. No entanto, pode-se dizer que quanto menos atividades o animal exercer durante o dia, mais propício a horinhas de sono ele estará, pois o estilo de vida também é determinante para o sono animal. No caso dos pets que passam muito tempo sozinhos no lar e distantes de movimentação e barulho, o soninho tende a se estender.

Os cães apresentam duas diferentes etapas durante período de sono: a primeira chama-se ‘sono superficial’ e corresponde ao estágio em que o cão fica bem quietinho, mas alerta a qualquer movimentação ou barulho. É também neste momento que eles tendem a ter a respiração mais profunda e ritmada, além de diminuir a pressão sanguínea, o metabolismo e a atividade cerebral. Também conhecido como ‘sono leve’, o primeiro estágio dura em torno de 10 a 20 minutos e basta um pequeno estímulo para acordá-lo. Já no segundo ciclo, o do sono profundo, a respiração torna-se irregular, rápida e superficial. Também ocorrem movimentos nas patas, músculos da face e orelhas, além de reações como rosnar e latir.

Algumas raças possuem diferentes necessidades quando se trata do “sono de beleza”. Gigantes gentis, como São Bernardo, Mastiffs, Pyrenees e Newfoundlands, geralmente, precisam de mais de 10 horas – média diária – somando, às vezes, 18 horas de sono por dia. Já os cães de guarda, tendem a ter o sono mais leve e dormir menos, de acordo com a veterinária Jaqueline Andrade: ‘Estão sempre atentos a qualquer alteração’. Os filhotes, por sua vez, também estendem longas horas de sonhos. Segundo a profissional, cães filhotes dormem de 12 a 18 horas por dia: ‘Este sono irá diminuir a medida que eles amadurecem e chegam a vida adulta, quando tornam-se mais ativos e, dependendo da raça, mais agitados, e o sono pode chegar a somente 12 horas de revitalização’.

Se você acha que seu cão está dormindo mais que o comum, procure um veterinário para que ele possa verificar se está tudo bem com seu pet, pois a sonolência além do normal junto a sintomas como falta de disposição para passear e praticar exercícios, aumento de peso ou até ocorrência de obesidade caracterizam problemas cardíacos.

De acordo com a especialista Erika Mello, uma mudança na dieta, por exemplo, também pode deixar o cão sem energia e animação para brincar, além de um semblante cabisbaixo ao caminhar lentamente pela casa. Sendo assim, vale a pena rever se a alimentação escolhida está fornecendo os nutrientes necessários para sua espécie. ‘Alguns alimentos caninos possuem ingredientes com digestão mais lenta, forçando o animal a gastar mais energia para digerir a comida e menos energia nas atividades comuns’, afirmou a veterinária.

Contudo, a médica veterinária atenta que um bom período de sono é muito importante para a saúde canina: ‘É durante o sono que eles recuperam o organismo e liberam hormônios. De qualquer forma, qualquer alteração percebida é fundamental que o proprietário procure um médico veterinário para averiguar’, explicou.

>Do MSN
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Segunda, 11 de Agosto de 2014 -06h23m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>