Bandidos roubam R$ 14 milhões em mercadorias na fábrica da Samsung em Campinas, SP

Uma quadrilha com pelo menos 20 homens rendeu mais de 50 funcionários da fábrica da Samsung, localizada no bairro Parque Imperador, em Campinas, a 94 km da capital paulista, e roubou em torno de 40 mil mercadorias, avaliadas em R$ 14 milhões, na madrugada desta segunda-feira. Os criminosos fugiram em pelo menos sete carretas carregando tablets, celulares e notebooks. A fábrica fica às margens da rodovia Dom Pedro I. Ninguém foi preso e não houve feridos. Inicialmente, foi divulgado um prejuízo de R$ 80 milhões e que a ação havia envolvido 200 reféns.

A ação começou por volta da meia noite e durou de 3 a 4 horas. Imagens das câmeras de segurança da fábrica mostram a ação dos bandidos dentro da empresa. Elas serão usadas pela Polícia Civil durante a investigação.

Frames do circuito interno de segurança da empresa obtidos pela EPTV, afiliada da Rede Globo na região, mostram um caminhão circulando dentro da fábrica. Em uma outra imagem é possível ver homens andando pelo local com celulares e rádios comunicadores. Alguns usam bonés. Outro frame mostra uma pessoa carregando um caminhão com mercadorias.

Pelas imagens, no entanto, não é possível identificar quem é funcionário e quem é criminoso, uma vez que a polícia informou que empregados ajudaram o bando a transportar as mercadorias e a carregar caminhões.

Segundo a polícia, oito funcionários da empresa que estavam em uma van fretada foram rendidos, no fim da noite de domingo, por parte do bando – sete homens, fortemente armados – em uma estrada e levados reféns para um esconderijo. Apenas o gerente e o motorista do veículo ficaram com os assaltantes. Os ladrões usaram os crachás dos trabalhadores e conseguiram entrar na fábrica com a van sem chamar a atenção. Depois, abriram o portão para outra parte da quadrilha entrar na fábrica em sete caminhões.

Lá dentro, o bando se dividiu e rendeu 200 funcionários. Todos foram levados para uma sala e obrigados a tirar as baterias dos celulares. Os bandidos queriam evitar que as vítimas chamassem a polícia.

– Quando a gente estava terminando (de jantar), resolvemos olhar na porta (do refeitório) e tinha um pessoal no corredorzinho. Aí eles (criminosos) nos chamaram e pediram a bateria do celular, falaram para ficar todo mundo calmo, que não iriam machucar ninguém, falando que era um assalto – disse um trabalhador da Samsung à EPTV, afiliada da Rede Globo da região.

Os vigias foram desarmados e tiveram que ficar nos seus postos de trabalho, trabalhando normalmente, durante a ação do bando.

– Retiraram os armamentos deles e as munições e deixaram eles trabalhando normalmente, nos mesmos postos como se nada tivesse acontecido – disse à EPTV o tenente da Polícia Militar Vitor Chaves.

De acordo com os funcionários, os criminosos não foram violentos. Para a Polícia Civil, os ladrões tinham muitas informações sobre os procedimentos da empresa. Nesta manhã, segundo a Rádio CBN, a Polícia Civil ouviu funcionários responsáveis pela segurança da fábrica.

O caso foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG). A polícia também vai solicitar imagens de câmeras da rodovia Dom Pedro I. Os reféns foram liberados após a fuga dos ladrões.

Em nota, a Samsung diz estar muito preocupada com “este incidente” e ressalta que vem “cooperando plenamente com a investigação policial em curso”. A empresa ainda acrescentou: “faremos o nosso melhor para evitar qualquer recorrência”.

Roubo em Viracopos

Em dezembro de 2012, também em Campinas, uma quadrilha armada com metralhadoras e pistolas invadiu o Aeroporto Internacional de Viracopos e roubou uma carga de produtos da fabricante Apple avaliada em quase R$ 4 milhões. Os bandidos, naquela ocasião, renderam funcionários e vigilantes do galpão da companhia aérea TAM Cargo e fugiram com 12 lotes carregados de iPhones e iPads.

A ação em Viracopos durou apenas 35 minutos. Na fuga, os criminosos levaram o sistema de monitoramento de câmeras do galpão e o carro de um dos funcionários, localizado horas depois próximo à Rodovia Santos Dummont.

>Do O Globo
>Via Dep. de Jorn. da Orobó FM, (Eraldo Albuquerque -Orobó; Terça, 08 de Julho de 2014 -13h06m)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>